Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...


Quarta-feira, 17.02.10

Tutankamon



Os pés de Tutankamon


 


A fotografia mostra os pés do jovem faraó Tutankamon, cujo corpo está exposto num túmulo no Vale dos Reis, Egipto. De acordo com um estudo genético realizado em 16 múmias daquela época, entre as quais a do próprio Tutankamon, o rapaz-faraó terá morrido de malária. O estudo revela ainda que Tutankamon sofria de uma doença óssea, a doença de Köhler, tinha lábio leporino e pé boto.


Fonte: Mike Nelson (17 Fev 2010). Foto@EPA.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:38

Segunda-feira, 22.10.07

Tutankamon terá morrido em consequência de acidente de caça no deserto

Tutankamon, o jovem faraó que reinou entre 1333 e 1324 a.C., terá morrido ao cair de uma carruagem quando caçava no deserto, segundo as conclusões de cientistas divulgadas num documentário que o Canal 5 da TV britânica emitirá terça-feira.




 


As conjecturas sobre a morte de Tutankamon começaram quando o túmulo foi descoberto pelo arqueólogo Howard Carter em 1922.


Exames com raios X na múmia do faraó efectuados em 1968 mostravam uma inflamação na base do crânio, o que levou a admitir que o jovem tivesse morrido de um golpe na cabeça.


Segundo Zahi Hawass, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Tutankamon "não foi assassinado, como muitos pensavam", tendo, sim, sofrido "um acidente quando caçava no deserto".


"Ao cair de uma carruagem - precisou - fracturou a perna esquerda e foi assim, na minha opinião, que morreu".


Até agora, muitos historiadores estavam convencidos de que Tutankamon era tratado como uma criança frágil a quem se protegia dos perigos físicos.


Em Novembro realiza-se em Londres uma exposição sobre os materiais encontrados no túmulo de Tutankamon, 35 anos depois de uma outra que esteve patente no Museu Britânico para celebrar o quadragésimo aniversário da sua descoberta no Vale dos Reis por Carter.


Na exposição de 1972, 1,5 milhões de pessoas esperaram à porta do Museu para ver a fabulosa máscara funerária de ouro do faraó, que, desta vez, não será mostrada em Londres, dada a sua fragilidade.


In: (22 Out 2007). RTP / LUSA: http://www.rtp.pt/index.php?article=303608&visual=16


Estudos recentes com tomografia computorizada (TC) revelaram que o faraó sofreu uma fractura na perna esquerda, acima do joelho, antes de morrer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:24


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Posts mais comentados