Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...


Terça-feira, 06.11.07

Arqueologia e Medicina dão as mãos para descobrir história precisa de achados em Tavira

Arqueologia e Medicina entraram numa era de simbiose e esta noite a cidade de Tavira recebe uma demonstração sobre técnicas recentes onde a Tomografia Axial Computorizada (TAC) é aplicada para conhecer objectos antigos.


Foto


Em declarações à Lusa, o especialista em radiologia Jorge Pereira explicou que os algarvios podem observar hoje como é que uma TAC, método médico para diagnosticar através da imagem, pode ajudar a arqueologia a conhecer as várias fases de manufactura de objecto de séculos passados.
Os arqueólogos precisam de fazer o perfil do objecto encontrado e a radiografia clássica e a TAC permite analisar o objecto de forma "mais precisa", conta o médico especialista em radiologia.
"Há muitos anos que se faz a radiologia em achados arqueológicos, mas a novidade é aplicar a TAC ao estudo de algumas peças arqueológicas. É uma técnica recente no país", explica o médico especialista Jorge Pereira.
Esta noite vai ser apresentado o "Vaso de Tavira", uma peça de cerâmica rara do século XI, descoberto em Tavira à frente da Câmara Municipal e já apresentada em Lisboa e Paris, e que apresenta figuras humanas e de animais moldados.
O "Vaso de Tavira" é considerado um dos mais eloquentes testemunhos da vida no Al Andaluz no século XI d.C.
Com a TAC que se fez ao "Vaso de Tavira" obtiveram-se novos resultados, nomeadamente conseguiu-se "precisar todas as fazes de manufactura do objecto islâmico" e "perceber que as figuras representadas são ocas e não maciças, como se pensava", explicou Jorge Pereira.
O especialista em radiologia indica ainda que esta técnica pode aplicar-se também para analisar o conteúdo de um objecto descoberto em escavações.
Uma ânfora, por exemplo, que tenha algo no interior, é possível com uma TAC, conseguir analisar o conteúdo sem removê-lo ou partir o objecto, justifica, Jorge Pereira, responsável pela conferência marcada para as 21.30 na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos.
A conferência de hoje, intitulada "Medicina, arte e arqueologia", vai também abordar a possibilidade de usar a técnica radiológica para determinadas artes, nomeadamente a pintura e a escultura.
"Medicina, arte e arqueologia" é uma das seis iniciativas de um programa municipal denominado "Ciência na Cidade de Tavira", com o apoio da Associação do Campo Arqueológico de Tavira.
O ciclo de conferências gravita ao lado da arqueologia e junta outras ciências tais como medicina, geografia ou física atómica e conta com o apoio do programa Operacional Ciência e Inovação 2010/Agência Nacional da Ciência Viva.


In: (6 Nov 2007). Barlavento, on line: http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=19451

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 20:07


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930





Arqueo logos