Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...


Quinta-feira, 03.06.10

Castro das Eiras recuperado este Verão

O Castro das Eiras vai ser recuperado este Verão. O projecto arranca com um campo de férias internacional que vai envolver vários jovens oriundos do estrangeiro. O projecto está a ser desenvolvido pela associação Yuppie e pelos serviços de Educação da Câmara de Famalicão.
O Castro das Eiras, em Pousada de Saramagos começa a ser requalificado já no próximo Verão com um campo de trabalho que envolverá jovens oriundos de vários países.
O campo de trabalho insere-se num “intercâmbio cultural” que está a ser desenvolvido pela Yuppie e pelos serviços de Educação da autarquia famalicense.
No total, vão participar no campo de trabalho duas dezenas de jovens, num programa de ocupação de tempos livres. A requalificação do castro inclui a recuperação do balneário que alberga a Pedra Formosa.
Entretanto, uma réplica da Pedra Formosa, que foi construída pelos serviços municipais, esteve já em exposição no Mosteiro dos Jerónimos.
Segundo Felisbela leite, responsável pelos serviços de arqueologia da Câmara de Famalicão existem vários locais onde se vai fazendo a manutenção como o Castro das Eiras, o Castro das Ermidas, a Estação Arqueológica de Perrelos e os montes de Vermoim.
No concelho de Famalicão existem cerca de meia centena de sítios arqueológicos inventariados sendo que a “maior concentração” é nos montes de Vermoim onde se suspeita que o concelho tenha tido origem já que aí existe um castelo e mamoas, que são os vestígios mais antigos das populações de outrora.
A arqueóloga aponta que tentam manter todos os sítios em que foram realizadas escavações visitáveis. Não obstante, recentemente os serviços de arqueologia têm trabalhado no projecto de recuperação do Castro das Eiras e na Estação Arqueológica de Perrelos.
“Mas o que nos tem dado mais trabalho são as emergências pois, a cada passo, são descobertos novos vestígios”, afirmou Felisbela Leite.
De resto, ainda recentemente, foi descoberto um fosse de fundição de sinos, em Requião, no local onde está a ser construído o Centro Social e Paroquial da localidade. De acordo com a especialista trata-se de um “importante achado” uma vez que são estruturas “difíceis de detectar”. “Não existem muitos fossos do género, quer a nível nacional quer ao nível internacional”, afirmou.
Fonte: (02 Jun 2010). Entre Vilas: http://www.entrevilas.com/noticia.asp?idEdicao=205&id=5419&idSeccao=1544&Action=noticia

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 18:40

Quinta-feira, 06.12.07

Famalicão: Câmara quer reforçarescavações no Castro das Eiras

O município de Famalicão pretende adquirir mais terrenos no Castro das Eiras, para reforçar a


foto


exploração naquele achado arqueológico, onde foi encontrada a Pedra Formosa, cuja réplica
está a cativar as atenções na exposição do Mosteiro dos Jerónimos.
A Câmara de Famalicão pretende acentuar as escavações no Castro das Eiras, em Pousada de Saramagos. Segundo Leonel Rocha a autarquia vai avançar para outras frentes com o objectivo de adquirir mais terrenos para a exploração arqueológica. Aquele responsável salienta que o potencial daquele núcleo arrqueológico é elevado e, nesse sentido, adiantou que no orçamento do próximo ano, a autarquia pretende reforças as verbas disponíveis para a arqueologia.
Essa aposta sugre no seguimento do elevado sucesso que a mostra sobre a arqueologia famalicense no Museu Nacional de Arqueologia, no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, está a ter. Leonel Rocha revela que até Outubro último mais de 100 mil pessoas ficaram a conhecer o património arqueológico de Famalicão, onde a Pedra Formosa ocupa lugar de destaque.
O vereador afirma que o êxito levou, inclusive, um museu espanhol a manifestar o interesse em receber a exposição, depois de encerrada a do Museu Nacional de Arqueologia. Esse interesse “reflecte a dimensão e a originalidade que esta exposição está a ter e também aquilo que possibilita em termos de estudo para os especialistas dos Castros”, declara.
Leonel Rocha falava à margem da apresentação do portal de arqueologia que foi lançado pela autarquia famalicense. Trata-se de uma ferramenta inovadora, onde podem ser apreciados os vestígios arqueológicos do povoado da Idade do Ferro que foi descoberto não apenas no Castro das Eiras, mas também na Villa Romana, achada na Estação Arqueológica de Perrelos, em Delães.
A partir do endereço arqueologia.vilanovadefamalicao.org qualquer pessoa pode ficar a conhecer melhor as civilizações que passaram pelo concelho de Famalicão há vários milhares de anos, e que por lá deixaram os seus vestígios, e se transformaram em achados arqueológicos.
Segundo Leonel Rocha, o novo portal resultou da aprovação de uma candidatura apresentada pela Câmara ao Programa Operacional da Cultura, contando com um investimento total de cerca de 175 mil euros, cuja comparticipação rondou os 95 mil.
“É, sem dúvida, um avanço significativo e uma grande oportunidade que as escolas têm para explorar a temática ligada ao desenvolvimento da disciplina de História”, frisou o responsável político na apresentação desta nova ferramenta.
De fácil acesso e utilização, o portal pretende ser um instrumento de grande utilidade não só para alunos e professores, mas também para a comunidade. Os conteúdos serão actualizados constantemente, com a introdução de novas informações e imagens sobre o trabalho efectuado no âmbito da arqueologia no concelho. Além do Castro das Eiras, em Pousada, e da Estação Arqueológica de Perrelos, em Delães, o portal dá ainda a conhecer o Castro das Ermidas, em Jesufrei , e o Castro de S. Miguel-o-Anjo, em Calendário, locais classificados como imóveis de interesse público pelo IPPAR.
Leonel Rocha enaltece as potencialidades desta ferramenta, adiantando que o portal está preparado para incluir a informação sobre todo o tipo de património que Famalicão possui.

In: Paulo Cortinhas (6 Dez 2007). Jornal Entre Vilas: http://www.entrevilas.com/noticia.asp?idEdicao=138&id=3683&idSeccao=1019&Action=noticia



Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:38

Quinta-feira, 22.11.07

ARQUEOLOGIA DE FAMALICÃO NA INTERNET

Os vestígios arqueológicos do povoado da Idade do Ferro que foram descobertos no Castro das Eiras, em Pousada de Saramagos, assim como, da Villa Romana achada na Estação Arqueológica de Perrelos, em Delães, no concelho de Vila Nova de Famalicão, já podem ser visitados e conhecidos virtualmente. Através do acesso ao novo portal arqueologia.vilanovadefamalicao.org (alojado no site do município em www.vilanovadefamalicao.org), qualquer pessoa pode ficar a conhecer melhor as civilizações que passaram pelo concelho de Famalicão há vários milhares de anos, e que por lá deixaram os seus vestígios, e se transformaram em achados arqueológicos.


Notícia continua in: (22 Nov 2007): http://ecultura.sapo.pt/NoticiaDisplay.aspx?ID=1098

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 23:03


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Posts mais comentados





Arqueo logos