Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Segunda-feira, 16.05.11

Já temos arte rupestre no Alto Côa!

Arqueólogos responsáveis pelos Estudos de Impacto Ambiental e acompanhamento arqueológico dos diversos projectos eólicos a decorrer no concelho, fizeram mais dois novos achados de arte rupestre, nas freguesias de Pousafoles do Bispo e da Bendada.



3e2023478faf2ebdcc7ab4ed752e27e3.jpg



O próximo fascículo da revista Sabucale, do Museu do Sabugal, irá dar destaque ao tema da «Arte rupestre no Alto Côa», com o contributo de vários arqueólogos que nos apresentarão as recentes descobertas dos mais antigos painéis de arte no concelho do Sabugal.

Neste município, que abarca toda a bacia superior do rio Côa, não se conhecia ainda nenhuma representação artística pintada ou gravada, de cronologia pré ou proto-histórica, apesar de nos situarmos a poucos 65 km de um dos núcleos meridionais das famosas gravuras do vale do Côa, no sítio da Faia (concelho de Pinhel).

Até aqui, existiam nesta região apenas algumas vagas alusões ao achado de gravuras com representações de cavalos, junto ao povoado castrejo do Sabugal Velho (freguesia de Aldeia Velha), provavelmente destruídas há anos atrás, bem como outras referências a possíveis desenhos gravados na pedra, sistematicamente descartados ou nunca confirmados.

Mas na última década, o estudo e a investigação arqueológica deste território aumentaram consideravelmente e a situação alterou-se.

Primeiro deu-se a descoberta fortuita, em 2004, de um painel de gravuras nas traseiras do museu de Vilar Maior (aqui noticiada na altura). O arqueólogo André Tomás Santos, do Parque Arqueológico do Vale do Côa, convidado a estudar este primeiro achado no concelho, publica agora as suas conclusões.

Já em 2008, no decorrer do acompanhamento arqueológico das obras de infra-estruturas subterrâneas de Vilar Maior, da responsabilidade do gabinete municipal, detectámos mais uma insólita gravura num afloramento junto ao castelo, que se dá agora a conhecer.

A povoação de Vilar Maior, a poucos 4 km de distância do vale do Côa, num ponto onde desaguam diversas linhas de água da sua bacia hidrográfica e onde existem abundantes testemunhos arqueológicos de uma ocupação desde a Idade do Bronze (IIº milénio a.C.) até à Idade do Ferro (Iº milénio a.C.), convertia-se na primeira estação arqueológica de arte rupestre ao ar-livre no concelho do Sabugal.

Mais recentemente, algumas das equipas de arqueólogos responsáveis pelos Estudos de Impacto Ambiental e pelo respectivo acompanhamento arqueológico dos diversos projectos eólicos a decorrer na parte ocidental do concelho, fizeram mais dois novos achados de arte rupestre, nas freguesias de Pousafoles do Bispo e da Bendada.

Nestes artigos serão apresentados os respectivos desenhos gravados nos penedos graníticos, constituídos basicamente por figuras esquemáticas e geométricas, e intentar-se-ão fazer as respectivas interpretações, à luz do conhecimento que temos sobre estas primitivas representações artísticas. Aos nossos olhos actuais, estes traços com mais de 3 mil anos parecem inexpressivos e abstractos, mas para o homem primitivo representavam as suas concepções da realidade envolvente, que a nós, no século XXI, infelizmente nos escapam.

Assim, no espaço de poucos anos, alterámos o panorama sobre o conhecimento das manifestações artísticas e simbólicas das comunidades populacionais da Proto-história e temos que encarar fortemente a hipótese de existirem muitas mais gravuras ou pinturas a descobrir, por esses barrocos e lajes de xisto, à espera da passagem de alguém com um olhar mais atento.

Fonte: Marcos Osório (16 Mai 2011). Cinco Quinas: http://www.cincoquinas.com/index.php?progoption=news&do=shownew&topic=3&newid=4498

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 12:52


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031