Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Domingo, 17.04.11

Arqueólogos tentam salvar complexo budista num campo de treino de Bin Laden

É uma corrida contra o tempo. Uma equipa de cerca de mil trabalhadores e arqueólogos está a escavar no terreno do segundo maior complexo budista afegão Mes Aynak, depois de Bamiyan, a fim de conseguir salvar as antiguidades com mais de 2600 anos.






Parte do complexo budista em Mes Aynak Parte do complexo budista em Mes Aynak (DR)






O templo foi descoberto por uma empresa mineira chinesa Metallurgical Group Corp (MGC) durante as escavações daquilo que pretendem fazer a segunda maior mina de cobre. Para isso, a maior parte do complexo terá que ser destruído, passando a salvação do espaço pela escavação, recuperação e restauro das peças e estátuas que terão depois como provável destino um museu.
Apesar do alerta dos arqueólogos para a situação, o projecto da mina representa um grande benefício económico para o Afeganistão, que pretende recuperar a sua economia, muito afectada com a guerra que despoletou depois do 11 de Setembro.
Segundo o “The Art Newspaper”, os trabalhos de escavação e recuperação no lugar que em tempos foi um campo de treino de Bin Laden já começaram em 2009 pelo Instituto Nacional de Arqueologia e a Delegação Arqueológica Francesa no Afeganistão. Desde então, novas descobertas foram feitas, como uma capela e um buda a dormir.
O problema é que um acordo entre a MGC e o governo afegão estabeleceu que um prazo de três anos para os trabalhos no campo, Com o prazo a chegar ao fim, termina este ano, os arqueólogos vêem-se obrigados a acelerar o trabalho mas garantem que não têm tempo para preservar tudo.
“Este sítio é tão grande que precisarimos de dez anos para fazer este trabalho arqueológico”, disse à BBC a arqueóloga Laura Tedesco. Ideia reforçada pelo francês Philippe Marquis que trabalha no terreno. “O trabalho que estamos a fazer é mínimo, não só não temos tempo como não temos pessoal nem recursos”, explicou o arqueólogo.
As peças mais importantes que foram encontradas nesta escavação já foram transferidas para o Museu Nacional, em Cabul. Durante o mês de Março, o museu organizou uma exposição com mais de 70 obras descobertas, intitulada “Along the Silk Road: Recent Excavations from Mes Aynak”. No entanto, a instituição não tem espaço para guardar e preservar tudo. Neste sentido o “The Art Newspaper” refere que o governo afegão já tem planos para construir um novo museu perto Mes Aynak.


Fonte: (7 Abr 2011). Público: http://www.publico.pt/Cultura/arqueologos-tentam-salvar-complexo-budista-num-campo-de-treino-de-bin-laden_1488823


Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:33


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930