Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Segunda-feira, 18.05.09

Dia dos Museus

Exposições, concertos, teatro, filmes, gastronomia e visitas a espaços menos conhecidos no interior dos museus e palácios são algumas das propostas entre 548 actividades da programação oficial do Dia Internacional dos Museus, a 18 de Maio.



A efeméride acontece este ano numa segunda-feira, mas as celebrações começam mais cedo, a partir de 16 de Maio, sábado, devido ao evento com iniciativas pela noite dentro originalmente criado na França, intitulado «Noite dos Museus», cuja adesão tem crescido nos últimos anos em Portugal.


Uma extensa programação para o Dia Internacional dos Museus foi organizada pelo Instituto dos Museus e da Conservação (IMC), este ano subordinado ao tema «Museus e Turismo», sugerido pelo ICOM - Conselho Internacional de Museus.


Com este tema, o ICOM pretende lançar o debate sobre a articulação do turismo com os museus, procurando responder a questões como qual a relação entre estas duas áreas, ou que benefícios pode trazer o turismo para as sociedades e para os museus que divulgam a sua identidade cultural.


Aderiram às celebrações oficiais, com entradas gratuitas, cerca de 70 museus de norte a sul do país tutelados pelo IMC e também da Rede Portuguesa de Museus (RPM), mas outros museus municipais e privados também vão assinalar a data.


Em Lisboa, no âmbito do programa do IMC para a «Noite dos Museus», o Museu da Água organiza a 16 de Maio, no Aqueduto das Águas Livres, com início às 20:00, uma visita-guiada. Às 21:30, realiza uma animação histórica para recriar um serão na Corte de D. João V, na Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos.


O Museu da Fundação Calouste Gulbenkian faz dia 17 de Maio uma visita orientada sob o título «O que é um Museu», seguida de oficina criativa, enquanto o Museu de Arte Contemporânea do Chiado organiza, a partir das 11h de 18 de Maio, uma «Maratona de Visitas guiadas» às exposições «As Cores da Vanguarda. Arte Na Roménia 1910-1950» e «A Arte Moderna em Portugal 1910-1950».


Ainda em Lisboa, o Museu das Comunicações inaugura dia 18, às 14h30, a exposição «Do museu ao bairro: histórias de viajantes», iniciativa seguida de uma visita guiada pelo bairro da Madragoa que visa uma aproximação do museu à comunidade onde está inserido.


No Museu da Música, no dia 16 de Maio, às 21:00, actua o Grupo Coral Masculino «Vozes de Casével», naquela que será a primeira apresentação neste espaço de um grupo tradicional de cante alentejano.


No mesmo dia, pelas 11h, no Museu Nacional de Arqueologia, abre a «Feira dos Saberes e dos Sabores», que inclui ainda o evento «Um Oleiro no Museu» Paulo Franco:«A Magia da Forma», enquanto a Região do Oeste Torres Vedras apresenta uma Mostra de Produtos Regionais.


O Museu Nacional de Arte Antiga organiza para famílias e crianças «O Mistério dos Livros desaparecidos - À descoberta dos animais escondidos», com diversos itinerários pelos espaços do museu, e às 22h15 apresenta um espectáculo de capoeira pelo grupo «VidArte».


No dia 18 de Maio, o Museu dos Coches realiza em duas sessões, de manhã e à tarde, o tradicional «Passeio Real em Belém» em charrete, com o público a poder passear, como faziam príncipes e princesas, entre o Museu Nacional dos Coches, o Palácio de Belém e outros monumentos desta zona histórica.


O Palácio Nacional de Sintra irá abrir nessa data, excepcionalmente, espaços da Ala Manuelina para serem visitados e guiados com comentários do serviço educativo sobre «D. Manuel I e o Paço de Sintra».


Na zona norte, no Porto, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves dedica várias actividades no Dia Internacional dos Museus ao público escolar, com várias oficinas para as crianças, entre elas «Alerta Espantalho» - para descobrirem quem come as sementes da horta e pica os frutos das árvores - e «Que Som é este?» - para construir instrumentos musicais - e ainda «Animais à Solta», para observar animais na quinta de Serralves.


No Algarve, no Museu Municipal de Faro, haverá «Jogos de Descoberta» para o público em geral.


A programação completa do IMC com as actividades previstas para os dias 16, 17 e 18 de Maio pode ser consultada em www.imc-ip.pt.


Fonte: (18 Mai 2009). Lusa/SOL: http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Cultura/Interior.aspx?content_id=134732


Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 10:23

Segunda-feira, 18.05.09

Arqueologia: IGESPAR na Cordoaria até final de Julho

Os serviços do IGESPAR oriundos das instalações de Belém onde vai ser construído o Museu dos Coches estarão na Cordoaria Nacional até finais de Julho, disse quinta-feira à Lusa o sub-director daquele instituto.


João Pedro Cunha Ribeiro garantiu que as obras de adaptação da Cordoaria Nacional, a cargo da Parque Expo, começam nos próximos dias e terão a duração de dois meses.


O sub-director do IGESPAR afirmou que a abertura da biblioteca de Arqueologia no Torreão Poente da Cordoaria «pode demorar um pouco mais», para salvaguarda dos documentos. «A direcção fez questão de que fossem os técnicos da biblioteca a realizar a operação, quer no empacotamento quer na abertura das caixas e posterior arrumação».


A biblioteca foi encerrada a 7 de Maio porque «não era possível fazer a mudança» se estivesse em funcionamento, comentou aquele responsável.


A transferência de alguns serviços para o Palácio da Ajuda, um dos alvos de contestação por parte da Associação Profissional de Arqueólogos (APA) e da Associação dos Arqueólogos Portugueses (AAP), num comunicado divulgado quinta-feira, teve «alguns percalços que estamos a tentar ultrapassar», esclareceu Cunha Ribeiro.


«Está projectada a transferência dos serviços remanescentes para Cordoaria Nacional. O processo está em curso e as obras começam dentro de dias. Quando entrarmos em fase de obra, prevemos o prazo de dois meses para lá instalarmos os serviços.Temos a expectativa de tê-los a funcionar até ao fim de Julho».


As obras de demolição em curso no terreno do futuro Museu dos Coches «só podem ser levadas até ao fim quando tivermos instalações alternativas». Assim, está a ser feito o isolamento com tapumes dos pavilhões onde ainda funcionam serviços, para minimizar os efeitos da obra e para salvaguardar os materiais em arquivo. «Em nenhum momento se encontrará em perigo a integridade do espólio arqueológico ali depositado», assegurou o sub-director do IGESPAR, que é professor de Arqueologia.


Diário Digital / Lusa


Fonte: (15 Mai 2009). Diário Digital: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=388282

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 10:08


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31





Arqueo logos