Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Quinta-feira, 03.06.10

Arqueólogos esperam revelar enigmas da tumba de Cao Cao


De acordo com pesquisa preliminar feita por arqueológicos chineses, a tumba do século 3 descoberta na província de Henan, centro da China, pertence a Cao Cao, famoso político, militar e escritor do período dos Três Reinos da China Antiga. O achado foi nomeado uma das seis maiores revelações arqueológicas do país em 2009 pela Academia de Ciências Sociais da China e desperta grande atenção do público. Embora algumas pessoas ainda tenham dúvida sobre a identidade do dono da tumba, especialistas dizem que vão continuar a escavação e a pesquisa das relíquias culturais encontradas no local.


A tumba de Cao Cao fica no sul da Aldeia Xigaoxue, no Distrito de Anyang, na província de Henan. O repórter da Rádio do Povo de Anyang, Jiang Tian, foi recentemente ao cenário de escavação para cobrir o evento. Ele introduziu:


"Ao oeste da tumba, há uma grande cova onde a terra já havia sido cavada para fazer um forno de tijolo rudimentar e, ao longe, pode-se ver a montanha Taihang. No cenário da escavação, foram descobertas duas tumbas paralelas, a Tumba No.1 e a Tumba No.2, distantes cerca de 20 metros uma da outra. Ambas já foram roubadas várias vezes. Agora ainda podemos ver uma caverna escavada pelos ladrões perto dos sepulcros."


        


Antes da divulgação do descobrimento da tumba de Cao Cao, a Aldeia Xigaoxue era apenas uma vila comum no centro da China. Pan Weibin, do Instituto de Pesquisa de Relíquias Culturais e Arqueologia da Província de Henan, estava escavando outras tumbas em Anyang quando um oficial local lhe disse que uma tumba na Aldeia Xigaoxue já tinha sido roubada por várias vezes e precisava de recuperação arqueológica e proteção profissional. Pan imediatamente dirigiu um grupo de arqueólogos para trabalhar na tumba de Cao Cao.


"Entre 2006 e 2008, a tumba foi roubada por várias vezes. Para salvar os objetos, nosso instituto conseguiu a autorização da Administração das Relíquias Culturais do país e começou a escavação em dezembro de 2008. Em exato um ano, conseguimos cumprir a primeira fase da escavação e atingimos progressos consideráveis."


De acordo com Pan, um dos êxitos mais importantes é a revelação da identidade do dono da tumba: Cao Cao. Ele viveu no período dos Três Reinos, uma época marcada por guerras frequentes e, por consequência, inúmeros heróis históricos. Nas gerações seguintes, surgiram diversas obras literárias, poemas e teatros exaltando a época e Cao Cao. Lendas ainda dizem que Cao fundou 72 tumbas falsas para prevenir o roubo de seus pertences após seu falecimento, o que causou uma discussão nacional sobre a identidade do dono da tumba depois de o grupo de Pan anunciar o resultado da escavação no final de 2009.


O arqueólogo e diretor do Instituto de Pesquisa Arqueológica da Academia de Ciências Sociais da China, Wang Wei, afirmou nunca ter imaginado que a escavação poderia se tornar uma "mania" nacional.


Fonte: (20 Mai 2010). CRI.cn: http://portuguese.cri.cn/721/2010/05/20/1s122310.htm


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por noticiasdearqueologia às 19:00


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2010

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930