Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Segunda-feira, 15.03.10

Fornos de Algodres: Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica divulga património concelhio

foto


O Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica de Fornos de Algodres (CIHAFA), que foi inaugurado em 2002, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio, para além de expor achados arqueológicos, conduz os visitantes em visitas guiadas aos sítios onde foram encontrados.

Célia Ribeiro, Coordenadora do equipamento que foi criado pela Câmara Municipal de Fornos de Algodres, contou que os visitantes são sempre acompanhados aos locais históricos e só depois é que vêem a exposição permanente.

Os dois circuitos arqueológicos disponibilizados aos turistas, com a duração de cerca de 3 horas, incluem passagem pelo Castro de Santiago (Período do Calcolítico), Fraga da Pena (Idade do Bronze), Anta de Cortiço (Período Neolítico), Necrópole de Vila Ruiva (sepulturas escavadas nas rochas), Dólmen de Matança (Período Neolítico), Necrópole das Forcadas (Idade Média), entre outros.

“É de bom-tom fazer primeiro o roteiro externo, porque a pessoa é envolvida em todo o espaço, e depois ir ao Museu, ao roteiro interno, onde verá tudo o que foi recolhido nos locais que visitou previamente”, disse a responsável.

Célia Ribeiro referiu que faz “sempre questão” de levar primeiro os visitantes ao terreno, mas sublinha que a visita é sempre completada com a deslocação às instalações do CIHAFA onde está patente uma exposição com os objectos que “têm sido recolhidos” naqueles locais.

No espaço museológico existem milhares de achados arqueológicos encontrados em campanhas realizadas nos últimos anos na área do concelho de Fornos de Algodres, como cerâmicas, pontas de setas, esculturas, aras, utensílios de moagem, de caça e de tecelagem.

A Coordenadora do Centro garantiu que o equipamento tem tido “uma boa adesão” por parte dos visitantes, e que já recebeu cerca de 6 mil pessoas desde a sua entrada em funcionamento, incluindo alunos de escolas de todo o país.

O CIHAFA, foi criado pela autarquia com o objectivo de divulgar, preservar e desenvolver actividades no âmbito da riqueza arqueológica do concelho, admitindo o presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, José Miranda, que “tem sido um instrumento importante para aumentar o número de visitas” ao concelho. “Também tem sido um instrumento pedagógico importante no sentido de explicar às nossas crianças o que foi o passado desta terra, para que elas conheçam e sintam orgulho na terra onde nasceram e onde vivem”, justificou.

Refira-se que o CHIAFA está instalado no piso intermédio do Palácio da Justiça de Fornos de Algodres, possuindo, para além do Museu com a exposição permanente sobre arqueologia, um espaço para exposições temporárias, uma Biblioteca, um Auditório e um depósito arqueológico.


Fonte: (4 Mar 2010). A Guarda: http://www.jornalaguarda.com/index.asp?idEdicao=341&id=18554&idSeccao=4598&Action=noticia

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:18


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031