Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Sábado, 03.10.09

Arqueólogos alemães estudam vestígios romanos em Silves


Um grupo de investigadores da Alemanha está a realizar escavações no Vale de Silves, perto de Messines, onde se encontram vestígios de ocupação romana.


 A Câmara de Silves apoia a realização deste projecto de investigação, financiado pela Universidade de Jena (Alemanha), custeando o alojamento dos arqueólogos que se encontram no concelho.


 As escavações estão a ser realizadas no Vale de Silves, mais precisamente na freguesia de São Bartolomeu de Messines (Corte e Barradas de Cima).


 Os trabalhos de campo arrancaram este ano e prevê-se que possa decorrer por mais quatro e, apesar de se encontrarem numa fase inicial, permitiram já confirmar a existência de uma villae romana (propriedade agrícola de grande dimensão) no sítio da Corte e indícios de uma estrutura fortificada no sítio de Barradas, que poderá corresponder a um acampamento militar, um aquartelamento de uma guarnição militar para controlo de zona mineira, ou a um pequeno vicus (povoado civil geralmente situado nas proximidades de uma unidade administrativa ou de uma zona mineira).


Esta primeira fase de trabalhos de campo teve início no princípio de Setembro e culminará no final da primeira semana de Outubro, envolvendo cerca de 12 participantes alemães, entre estudantes de arqueologia, arqueólogos e geofísicos e dois arqueólogos dos serviços de arqueologia municipal. Os primeiros resultados serão já apresentados no próximo Encontro de Arqueologia do Algarve, a decorrer entre 22 e 24 de Outubro, na Sala de Colóquios da Fissul.


O Vale do Arade é uma região ainda muito mal caracterizada sob o ponto de vista da romanização. Tal facto e a circunstância da actual cidade de Silves, ou o vizinho Cerro da Rocha Branca, ter podido configurar um pequeno oppidum (centro político de uma área administrativa do império romano), que cunhou moeda com a inscrição CILPES e de onde emanava o poder, despertou o interesse por esta região de uma equipa de arqueólogos alemães, ligados à Universidade de Jena.


Contactos desenvolvidos com a autarquia permitiram que se definissem áreas de potencial ocupação romana na freguesia de Messines (Corte e Barradas de Cima), locais que, sujeitos numa primeira fase a prospecções de campo e prospecções geofísicas, confirmaram ocupação romana, encontrando-se agora a ser intervencionadas arqueologicamente.


Fonte: (02 Set 2009). Jornal do Algarve: http://www.jornaldoalgarve.pt/artigos.aspx?id=11635

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 23:24



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031