Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Quinta-feira, 23.07.09

Incrição rupestre serve de molde a expôr no Museu da Guarda

Reprodução fiel com recurso à avançada tecnologia de LaserScan. O levantamento digital de uma inscrição rupestre do sítio do Cabeço das Fráguas, que permitirá a execução de um molde a expor no Museu da Guarda, foi hoje efectuado no local por uma empresa da especialidade.


Inscrição rupestre do sítio do Cabeço das FráguasA directora do Museu da Guarda, Dulce Helena Borges, adiantou que é a primeira vez que a representação, “já famosa no meio científico europeu, é reproduzida fielmente à escala natural com recurso à avançada tecnologia de LaserScan”.


A inscrição foi dada a conhecer pela primeira vez em 1943 pelo general João de Almeida e publicada em 1956 pelo investigador Adriano Vasco Rodrigues, descrevendo a oferenda de vários animais a diversas divindades e conjugando no mesmo texto o alfabeto latino e a chamada língua lusitana, referiu.

O trabalho foi executado, durante cerca de duas horas, por dois técnicos de uma empresa de Coimbra, que utilizaram uma tecnologia associada a “um sistema de varrimento de laser que extrai a informação geométrica da rocha” e uma câmara fotográfica digital que efectua “fotografias de alta resolução”, como explicou o investigador.

“O resultado final será um modelo tridimensional digital que pode ser visualizado num computador”, adiantou o técnico. Adriano Oliveira disse que a empresa “fará o modelo tridimensional que depois dará origem à maqueta” que representa o bloco de granito que está localizado no cimo de um monte, num local pouco acessível, a mais de mil metros de altitude.

Contou que a partir do levantamento hoje efectuado, poderá ser criada “uma maqueta física” que represente fielmente o achado arqueológico.

A directora do Museu da Guarda explicou que este projecto, integrado nas escavações arqueológicas que o Instituto Arqueológico Alemão está a realizar no local há já quatro anos, permite que aquela inscrição passe a estar “acessível ao público em geral”, visto situar-se num sítio “absolutamente inacessível”.

“Permite tornar acessível este documento e permite ampliar o discurso museológico que o Museu da Guarda tem neste momento”, disse, adiantando que o molde da inscrição será tornado público na Primavera de 2010, quando será realizada uma exposição e um colóquio temático sobre aquele assunto.


Fonte: (Jul 2009). Ciência Hoje: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=33501&op=all

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 23:26


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031