Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Quinta-feira, 26.03.09

Opositores do projecto dos Coches querem museu para Arqueologia

O investimento pode ser feito na requalificação dos museus do

Ministério da Cultura ou num edifício de raiz para o MNA, defende a

plataforma PPCult

A construção de um novo museu de Arqueologia seria uma alternativa ao

projecto de um novo Museu dos Coches, em Belém, Lisboa, defende a

Plataforma pelo Património Cultural (PPCult) numa carta aberta ontem

divulgada.

A posição da PPCult surge em resposta a uma carta tornada pública na

segunda-feira em defesa do projecto para os Coches, da autoria do

arquitecto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, e assinada por duas

centenas de personalidades, com destaque para os arquitectos Siza

Vieira, Gonçalo Byrne, Eduardo Souto de Moura e Carrilho da Graça.

"Em nosso entender, o abandono da intenção de construção de um novo

Museu dos Coches, ou a reprogramação do projecto já existente, não

deve conduzir à paralisia, muito menos ao desperdício de verbas

existentes para o efeito", escrevem os responsáveis do PPCult, entre

os quais Luís Raposo, presidente da Comissão Nacional Portuguesa do

Conselho Internacional de Museus (ICOM) e director do MNA, João Neto,

presidente da Associação Portuguesa de Museologia (APOM), e José

Aguiar, presidente da comissão nacional portuguesa do Conselho

Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS).

Defendem, por isso, a "discussão de uma alternativa de investimento"

do capital disponível para o novo Museu dos Coches. Respondendo

directamente aos arquitectos signatários da carta, o PPCult diz: "O

vosso cavalo de batalha é um projecto de arquitectura e um

arquitecto", sublinhando que nada têm contra o projecto ou contra

Paulo Mendes da Rocha. "Move-nos a exigência de uma política de

património e museus democrática e esclarecida", afirmam.

Questionam, nomeadamente, que o novo edifício permita atingir o

objectivo de aumentar para um milhão o número de visitantes do Museu

dos Coches. É uma afirmação que, dizem, "vale tanto como a que foi

feita em tempos de que o futuro Museu do Côa teria mais visitantes do

que a Torre de Belém".

Além disso, acrescentam, "encerrar este museu num ambiente

arquitectónico contemporâneo cheio de efeitos de som e imagem pode

retirar-lhe a alma que lhe confere sucesso". E afirmam que quando

parte dele foi transferido para o recinto da Expo-98 "teve muito menos

visitantes do que no seu espaço próprio".

Não excluindo que o investimento seja feito num novo museu de raiz -

defendendo nesse caso que fosse o MNA -, o PPCult admite, contudo,

outra alternativa: "A requalificação extremamente necessária de alguns

museus do Ministério da Cultura situados em Lisboa", citando os casos

de Arqueologia, Arte Contemporânea/Chiado, Arte Antiga, Azulejo ou

Música.

Os responsáveis da plataforma dizem-se convictos da possibilidade de

"discutir serenamente" o assunto com os signatários da carta em defesa

do projecto dos Coches.

Fonte: Alexandra Prado Coelho (25.03.2009). Público.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 21:11


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031