Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Quinta-feira, 19.03.09

Projecto do shopping nos antigos CTT de Braga muda para mostrar edifício romano

Um edifício da época romana, possivelmente associado a rituais

funerários, foi descoberto pela Unidade de Arqueologia da Universidade

do Minho (UAUM) durante as obras que decorrem no edifício dos

Correios, no centro de Braga. A estrutura estará ligada ao vizinho

santuário da Fonte do Ídolo e vai ser integrada no futuro centro

comercial que será construído no local. Este edifício e quatro

sepulturas raras encontradas no mesmo local serão conservados in situ

e musealizados, podendo ser visitados pelo público a médio prazo.

Os arqueólogos acreditam que a construção está associada a práticas

funerárias ou de culto, possivelmente relacionadas com o santuário da

Fonte do Ídolo, existente no mesmo quarteirão. A estrutura, com uma

invulgar forma de trapézio, faz parte de um conjunto mais extenso,

desenhado simetricamente em função de um eixo central.

À sua volta existem vários tanques com um revestimento habitual na

época, limitados por um muro paralelo ao troço da via XVII, a primeira

estrada a ligar Bracara (Braga), a Asturica (Astorga). Este edifício

encontrava-se preservado sob as ruínas de uma oficina de fabrico de

vidro, datada do baixo-Império, que tinha sido localizada nos

primeiros trabalhos realizados naquele local, no segundo semestre do

ano passado.

Manuela Martins, presidente da UAUM, destaca a "originalidade do

edifício" e o seu "estado de preservação", antecipando que a sua

cronologia deve aproximar-se "dos primeiros tempos de organização da

cidade de Bracara Augusta". "Constitui um exemplar arquitectónico com

traços únicos", refere. Os arqueólogos defendem que o edifício deve

ser classificado como de interesse público.

Os arqueólogos da UM entendem que os achados se revestem de "grande

relevância patrimonial". A proposta de alteração do projecto do centro

comercial "foi prontamente aceite pelo promotor imobiliário, que se

congratulou com a possibilidade de proporcionar à cidade de Braga

novos núcleos de ruínas visitáveis, que enriquecerão o seu

património", explicou Manuela Martins.

Os arqueólogos descobriram quatro sepulturas que serão igualmente

preservadas no local e musealizadas. As sepulturas têm orientações

diversas e datam desde o século III ao VI. São túmulos raros e incluem

um caixão de chumbo, único em Portugal. Estes achados estão associados

à necrópole romana da via XVII e demonstram "a riqueza das práticas

funerárias" daquele tempo, realçam os arqueólogos, que admitem vir a

encontrar um quinto túmulo no mesmo espaço.

Fonte: Samuel Silva (11 Mar 2009). Público.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 22:47


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031