Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DE ARQUEOLOGIA

O Património é um bem comum... Preservá-lo só depende de cada um de nós...



Domingo, 03.04.16

A descoberta por satélite que pode reescrever a história dos víquingues

As provas acumulam-se: os navegadores nórdicos já se tinham instalado na América do Norte séculos antes de Colombo chegar É uma pequena península remota na região canadiana da Terra Nova, e poderá ajudar a reescrever a história dos víquingues como ela tem sido contada. Tudo graças à conjunção curiosa da tecnologia de imagens de satélite e da tradição histórica das sagas nórdicas, que levaram um grupo de arqueólogos à península de Point Rosée. A investigadora Sarah Parcak especializa-se em arqueologia com a ajuda de imagens de satélite, e foi ela que descobriu, no ano passado, indícios de atividade humana nesta península longínqua no Canadá, segundo conta a revista National Geographic. Em junho de 2015, após análise dessas imagens, Parcak e uma pequena equipa de arqueólogos chegavam a Point Rosée e descobriam um forno de pedra para trabalhar ferro - a primeira indicação de que o território poderia ter sido colonizado pelos víquingues, navegadores do norte da Europa que já se sabia terem chegado ao Novo Mundo muito antes de Cristóvão Colombo, por volta do século X. Se se confirmar que Point Rosée era o local de um acampamento ou mesmo de uma povoação víquingue, não será o primeiro local arqueológico víquingue na América do Norte. O primeiro e, para já, único é em L'Anse Aux Meadows, na ponta mais a norte da Terra Nova, onde foi descoberto, em 1960, um acampamento nórdico que foi abandonado pouco depois de ter sido criado, no século X. Espada viking com 1200 anos encontrada por acaso num passeio A descoberta de L'Anse Aux Meadows confirmou as antigas sagas nórdicas que falavam de uma colonização breve e falhada da América do Norte. "Mas é apenas um lugar", disse à National Geographic o arqueólogo Douglas Bolender. Point Rosée poderá corroborar essas histórias ou, se a datação for muito diferente da do acampamento de L'Anse Aux Meadows, poderá reescrever totalmente a forma como se pensa atualmente a colonização víquingue da América do Norte. Ainda não existem provas suficientes de que Point Rosée seja um local de colonização víquingue. Outros povos que viviam na Terra Nova há centenas de anos também poderiam ter construído o forno de ferro, desde os povos nativos da região até aos pescadores bascos que também lá chegaram. Mas existem razões para serem otimistas, dadas as condições que seriam propícias para um acampamento víquingue na zona: o mar com zonas sem pedras adequadas para ancorar navios, o solo bom para a agricultura, e a presença de recursos naturais. O mais importante desses recursos para a hipótese de se tratar de um acampamento do povo nórdico é a presença de ferro em pântanos, essencial para o modo de vida víquingue, porque os víquingues não eram um povo mineiro, recolhendo o seu ferro deste tipo de acumulação.

Fonte: 01.04.2016:http://www.dn.pt/sociedade/interior/a-descoberta-por-satelite-que-pode-reescrever-a-historia-dos-viquingues-5105065.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

por noticiasdearqueologia às 16:57



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930





Arqueo logos